Artigos

A Interpretação do Patrimônio ajuda na preservação das riquezas naturais e culturais e qualifica o turismo da localidade A Interpretação do Patrimônio visa revelar os significados do patrimônio local, provocar a curiosidade dos visitantes e relacionar o patrimônio com a vida das pessoas, utilizando-se de técnicas de comunicação, como a sinalização e os dioramas, e artes como teatro, dança, música, artesanato, moda, culinária etc.

Como resultado, produz conexões emocionais e intelectuais entre visitantes e o patrimônio interpretado, aumentando o nível de conscientização em relação ao patrimônio natural e cultural, atribuindo-lhe um maior nível de respeito, além de facilitar sua conservação e contribuir para minimizar os impactos causados pelo fluxo de turistas.

De acordo com Rejane Mira, sócia da Cria Rumo Consultoria e mestre em Desenvolvimento Regional, a Interpretação do Patrimônio revela o bem de uma forma que aproxima o visitante da informação, facilitando a absorção do conhecimento e a criação de novos significados. A partir do momento que as pessoas sentem e entendem a importância de um fato, uma pessoa, um equipamento, ou qualquer bem interpretado elas tendem a valorizar, passando a preservar como riqueza cultural ou natural”, explica.

Trabalho inédito na Bahia

A Cria Rumo desenvolve planos de Interpretação do Patrimônio cultural e natural, trilhas interpretativas, sinalização turística, projetos de centro de visitantes e outros serviços inéditos no Estado da Bahia, porque entende que o patrimônio histórico e arquitetônico, assim como as histórias do lugar, o cotidiano, as crenças e os costumes devem ser interpretados e comunicados para despertar o interesse dos visitantes e promover ganhos para todos. 

Um exemplo desse trabalho foi o projeto desenvolvido em São Francisco do Conde, no Recôncavo Baiano. Entre abril de 2014 e fevereiro de 2015, foi desenvolvido o projeto de Interpretação do município e sua metodologia formulada de forma participativa, com atuação intensa da comunidade, servidores da Secretaria de Turismo e da Secretaria de Cultura da Prefeitura Municipal.

Como resultado do trabalho, a Cria Rumo entregou o descritivo dos atrativos formatados com intervenções no artesanato, culinária local e receptivo para a Ilha do Paty; a sugestão da  implantação de Trilha Interpretativa na Ilha de Cajaíba, com análise ambiental da área e o levantamento da flora e fauna; o Plano de sinalização Interpretativa nos critérios e normas estabelecidos pelo Denatran, Embratur e Iphan apresentado no Guia Brasileiro de Sinalização Turística, com os pontos a serem sinalizados e escolhidos diante da importância histórica de cada monumento, assim como a afetividade da comunidade; o curso para condutores locais com disciplinas como atendimento turístico, guiamento, primeiros socorros, história e cultura local, além de outros temas correlatos, com um total de 180  horas de treinamento; além do Plano de Interpretação do Patrimônio ao vivo com esquetes sobre os ícones da cultura local.