Fazer turismo com criatividade em Salvador

Tem um papo antigo de que os atrativos turísticos de Salvador são antigos, cansados e exauridos pelo tempo de uso. Quando um visitante chega a Salvador para passar uns dias, o caminho natural é conhecer os grandes atrativos, como o largo do Pelourinho, a Igreja de São Francisco, o Mercado Modelo, a Igreja do Bonfim, o Farol da Barra e tantos outros que compõem os cenários mais famosos da Bahia. Até ai tudo bem. O problema é quando esse turista volta mais uma, duas, três vezes na mesma cidade. Ou até mesmo quando essa estada por aqui é mais longa do que os tradicionais três dias de visita. Passarei por esse suposto problema entre fevereiro e março, quando meus amigos franceses virão pela terceira vez e chegarão para passar quinze dias.


Leia mais


Editorial, 12.SETEMBRO.2013 | Postado em Geral

Economia Criativa. Que trem é esse?

Está na agenda do desenvolvimento econômico em várias partes do mundo o fomento à economia criativa, que se baseia no adensamento dos setores que têm a criatividade humana como seu principal insumo. Alguns dos autores mais importantes do mundo sobre esse assunto apontam uma lista de segmentos criativos que giram em torno da arquitetura, artes visuais – fotografia, pintura, escultura, áudio visual – cinema, televisão e propaganda, comunicação – TV e rádio, design, digital – games, aplicativos e startups, editoração, expressões culturais – artesanato, arte popular, gastronomia, dança e festas populares, moda, música e outras.


Leia mais


Editorial, 05.SETEMBRO.2013 | Postado em Geral
  • 1
Exibindo 1 de 1

Carregando...